sábado, 25 de julho de 2009


Menino do sol

Quando você chegou,
menino do sol,
eu desfiz
minhas sequencias diárias
e renovei:
a toalha da mesa,
as flores de plástico,
as cortinas de chitão
e
acendi o fogo
com um pavio de algodão.

Maria Maria

7 comentários:

José Carlos Brandão disse...

Lindo, Maria Maria. É daqueles poemas que a gente imagina que conhece a vida inteira.

Um beijo.

Canto da Boca disse...

Renovar é quem sabe o segredo da vida que foge da canseira da rotina, qdo a rotina tem esse caráter, será?
Um beijo, Maria, e ótima semana que se inicia.
;)

Jeanne Araujo disse...

fiz direitim, do jeitim q vc ensinou...mesmas palavras e td...quer ver:olha ai(rsrsrs):
Olá,


Eu indiquei seu blog para receber o selo BLOG DE OURO. Vá ao www.jeannearaujo.blogspot.com e pegue o selo para postá-lo no seu blog. Siga as instruções.

bjos

Oreny Júnior disse...

Comentar o que?
Simplesmente lindo.
Parabens poetisa
Abração
Oreny Júnior

Moacy Cirne disse...

Menina,
belobelo:belezapura.

Beijos.

Joana Francesa disse...

Obrigada flor...

Seus poemas sao lindos...
vou seguir-te sempre!
Ah... quando o amor nos acompanha, a primeira missão é arrumar a casa para o amor entrar... o cotidiano despercebido se torna detalhes importantissimos .. soparaver o lindo amor entrar... q o amor nos traga sempre essa magia de doar e sentir felicidade.

beijos poeticos.

DALVINHA disse...

Li seu perfil e amei saber q exerce a função de educadora, assim como eu, e os poemas, estão, dizem tudo.
Parabéns!!