domingo, 4 de julho de 2010


Mud(a)ndanças

Mudar as flores do jarro,
o canto da mesa
- ouvir outros cantos-,
deitando-se nos Braços de Deus
laranja e ocre.

Esquecer o mundo
e a vida.
Depois, levantar
serena como a aurora
e louvar o novo que amanhece.

Maria Maria

5 comentários:

Theo G. Alves disse...

diz o chico césar sabiamente "mudar ajuda, mas me confunde". no fim, mudar é positivo.

beijo!!

Pedra do Sertão disse...

Suave...ah, se toda mudança fosse assim! abraço

guru martins disse...

...tirando o barro da estrada
pisando o barro da estrada...

bj

Márcia Luz disse...

Você consegue fazer poemas alegres. Tão bonito isso!

Maria José Mamede disse...

Querida Eme,

Nos alvores da manhã fiquei mais feliz com esta tua Mud(a)nça.

Belo!

Da amiga Maria José.