sábado, 10 de abril de 2010


Inanimados

No canto mais singular de tua boca
nascem sorrisos sem fonte.

Tão inanimados!
Tão fora do contexto!

Chego a pensar:

__ Serão meus olhos que estão cegos?
Ou meu coração perdeu os sentidos?

Maria Maria

2 comentários:

BAR DO BARDO disse...

Foz que deságua nos olhos de quem ama.

Karla Thayse disse...

Que lindo aqui!
Encantada...
Beijoo