quarta-feira, 16 de janeiro de 2008

Sinais

Meu beijo-açúcar
adoça a tua língua.
Tiro as vírgulas
e o teu ponto de interrogação.

Maria Maria

3 comentários:

Moacy Cirne disse...

Um poema-açúcar para adoçar a nau dos poetas famintos de amor. Beijos.

Espartilho de Eme disse...

Belos versos, Moacy! Obrigada pela visita!!!!! Beijos, Maria Maria

luma disse...

olhe eu aqui...passando pra te deixar um beijo na boca com sabor de "açúcar"

luciana
luma
lua