terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Sereia


Uma sereia na areia.

Serei eu
feito arrebol?

Uma sereia
serena e sonora.

Serei eu?

Ou serei um grão de areia,
serei
ando à luz do sol?

Maria Maria



2 comentários:

Moacy Cirne disse...

Sereia, sereia: a poesia que se faz maria maria. Nos conformes. De acordo com as formas. Abraços.

Memorial do Inferno disse...

Lindos poemas... Especialmente este da "Serei eu, serei sereia"...

Parabéns! Continua investindo que o seu talento é nato.

Publique mais e divulgue...

Abração do amigo

Valdeck Almeida de Jesus
www.galinhapulando.com