sexta-feira, 29 de junho de 2007

Lua vermelha

Minha lua
de fêmea vermelha


todo trinta

(se for de trinta)


vem descendo

na maré cheia


feito borrão de tinta.


Maria Maria

3 comentários:

Espartilho de Eme disse...

Obrigada, Moacy, pelo comentário. Volte sempre! A casa é sua! Um abraço, Maria Maria.

Wescley disse...

oi eme. Gostei muito dessa tua última fase de poemas. E da escolha das imagens também. Beijo.

Wescley disse...

oi eme. Gostei muito dessa tua última fase de poemas. E da escolha das imagens também. Beijo.