domingo, 20 de maio de 2007

O que eu faria?


Um vestido de chita usaria
Tecido com fios de céu e vento.
Andaria pela rua em fantasia
Sem lembrar da dor e do tormento.

Usaria sapatos brilhantes
Pés-de-asas serelepes.
Uma bolsa de cristais saltitantes
Para colher flores campestres.

Seria então cidadã da terra
Misto de mulher e menina
Ou poeta que acerta e erra
Catando um verso pra essa rima.

Seria então Maria ou Carolina
Entre tantas as que conheço:
Isabela, Anabela, Marcolina.
Simplesmente Mulher, é o que mereço.

Maria Maria

3 comentários:

Moacy Cirne disse...

Gostei de seu poema, minha cara: sua textura, sua delicadeza, sua poeticidade. Pretendo publicá-lo no Balaio, tá!?!
Um abraço.

Jeanne Araujo disse...

Oi Eme, a sutileza do poema diz das nossas dores escondidas,nossas dores femininas sempre imcompreensíveis para os homens...

Marília Jackelyne disse...

Poesia!