segunda-feira, 28 de maio de 2007

Fálicos

Quero escrever
com meus dedos
a língua que falo.

Que falo!
Falo, pois toca
a língua

dos meus dedos.

Quero dar-te
um beijo de língua
com a ponta

dos meus dedos fálicos.


Maria Maria

Um comentário:

Alexandro Gurgel disse...

Esse poema dos dedos fálicos está muito massa. Já foi direto para o Grande Ponto.
www.grandeponto.blogspot.com