sábado, 12 de março de 2011

Telefonema

Liguei para o passado certa manhã adormecida:
telefone vermelho
de círculos numerados.

Fiz a lista das consultas
- no oráculo do tempo-
e refiz minhas leituras.

Ao olhar para trás,
não virei pedra.
O passado Já havia adormecido.

Como aquela manhã que dormira silenciosa
tomei o prumo do vento
e segurei as rédeas do meu futuro.

A estrada é longa,
mas meus pés estarão firmes
para a caminhada.

Maria Maria

Homenagem ao Dia 14 de março - Dia internacional da Poesia