sábado, 24 de outubro de 2009


Mulheres de chão

Vejo um pouco de mulher
nas sementes de algodão
ou nas vagens de algarobas,
plantando doçuras e colhendo rosas
como quem matura o coração.

Maria Maria

7 comentários:

Oreny Júnior disse...

Maria Maria

é a poesia
fincando sua raiz

abraços

Oreny Júnior

Moacy Cirne disse...

bonito
bonito
e um poema seu
republicado
no balaio
de hoje

/beijos/

NDORETTO disse...

Gostei muito.
Abraços, Neusa

http://poesiarapida.blogspot.com

Mirse Maria disse...

Lindo poema!

Como tudo que faz!

Beijos

Mirse

Canto da Boca disse...

E na Maria o reflexo da emoção, poque é isso que deixas em nossa retina e coração!

Lindo, lindo!

Um beijinho!

Zélia disse...

As mulheres são assim mesmo! Quanto mais duro o trabalho mais doce são.

Estou de visita e desejo os Parabéns pelo lançamento de mais um livro e pelo trabalho no blog.

Até breve!
Zélia

DALVINHA disse...

Belíssimo!!!
Recordei minha infância...
Parabéns!!